O que o autismo me ensinou: 02 de abril dia do autismo - Autismo entre mães

2 de abril de 2018

O que o autismo me ensinou: 02 de abril dia do autismo

Desde que descobri esse mundo do autismo, eu vejo mães, pais que choram por causa do diagnóstico do seu filho. Eu não os culpo, afinal comigo foi à mesma coisa, o meu mundo caiu quando descobri que o meu filho possui autismo, e que eu teria que me esforçar muito levando ele para terapias, se eu quisesse que ele tivesse uma vida muito semelhante à de uma pessoa que não convive com o transtorno.

Muito é a lamentação acerca do autismo e das características que ele apresenta em nossos filhos. Quem convive com uma pessoa autista tem uma carga emocional 100 vezes maior do que uma que não convive, e principalmente se a pessoa autista for uma criança. Você não dorme direito, não come direito e vive muitas vezes de mau humor por causa do esgotamento psicológico que é imenso.

Porém hoje estou aqui pra falar o que o autismo me ensinou de forma positiva. O lado negativo do autismo todos nós conhecemos bem, mas às vezes esquecemos que em todas as situações da vida podemos tirar coisas positivas, e com o autismo não é diferente.
Antes de entrar no mundo do autismo eu era uma pessoa menos paciente, com tudo me irritava facilmente e hoje graças ao meu filho aprendi a ter bem mais paciência. A frase “eu tenho pavio curto”, não é mais pra mim, pois tenho que ter muita paciência no dia a dia com o meu filho para que o mesmo possa se desenvolver bem.

Eu aprendi a não julgar pessoas (principalmente crianças) como sendo mau educadas, afinal aquela criança pode ter algum transtorno que eu nem você sabemos, ao invés de criticar, devemos ajudar.
Também aprendi que inclusão se faz necessário em qualquer lugar, não só em escolas, mas também na rua, supermercado, padaria, hospital e etc.

Umas das coisas mais importantes que eu aprendi, foi a me colocar no lugar do outro. Nós nunca sabemos o que determinada pessoa passa até passar uma situação parecida com a dela. Eu tomo as dores de todas as mãezinhas de pessoas especiais, pois eu sinto na pele o que elas passam e sei que não é fácil. Se eu pudesse resumir o que o autismo me ensinou, diria que me ensinou a ser outra pessoa totalmente diferente, com mais amor, paciência e mais sabedoria.

Ter uma criança especial te proporcionar ser mais humano e mais sensível com tudo na vida. Passei a ver o mundo de maneira diferente, agradeço ao meu filho por isso.


E você aprendeu o que com o autismo? Me conta nos comentários.

Um comentário:

  1. Eu já era paciente, com meu filho aprendi a ser mais paciente ainda. Aprendi a dar valor a pequenos gestos de carinho e como ele não fala, vibrar e incentivar quando brota um simples mãmã, ou um ...xi de abacaxi. Aprendi que nem todas as crianças ditas mal-educadas são realmente mal-educadas. E que não existe coisa mais linda do que o sorriso dele para mim!

    Abraços

    ResponderExcluir

Comentarios anônimos não serão aceitos