Como uma mãe de criança autista se sente ao receber o diagnóstico do seu filho

by - março 02, 2018



O autismo é algo que surge de surpresa na nossa vida. Nós mães engravidamos e muitas passam os 9 meses imaginando como é a carinha do seu bebê, ai ele nasce e é uma alegria imensa, pois você vê o rostinho daquela fofura pela primeira vez na sua vida e o mais importante é que ele foi gerado por você. De repente ele dá o primeiro sorriso, ele senta, engatinha e anda, mas de repente você começa a perceber que ele faz umas coisas diferente como girar coisas, enfileirar objetos, gosta de comida de apenas uma textura e o mais importante ele não fala.

Por volta dos 12 meses o bebê já articula pelo menos quatro palavras e aos 2 anos já consegue formar uma frase com duas ou três palavras, tendo um vocabulário de cerca de 50 palavras, que aumenta para 200 palavras aos 3 anos de idade.
O bebê começa por emitir sons como "ahh" ou "ohh" por volta dos 3 meses de idade, passando depois a balbuciar palavras, como "dá-dá" ou "má-má", por exemplo. Por volta dos 9 meses de idade, o bebê já aperfeiçoou a fala e já é capaz de dizer palavras como "mamãe".
Mas chega os 2 anos e o seu filho não fala, ou pior ele até pode ter chegado a falar mas não fala mais, começa a correria e leva-se ao pediatra e o pediatra encaminha pra fonoaudióloga e de repente surge uma hipótese diagnóstica que o seu filho seja autista. Mas o que é autismo? nem todas as mães sabiam o que era quando descobriram e eu estou nessa lista. A mãe vai pesquisar na internet o que é autismo e cada vez mais começa a perceber que o seu filho possui muitos dos sinais citados, mas ela não quer acreditar, isso não pode estar acontecendo, ela pensa, eu quero um filho normal, por que eu?

Quando o diagnóstico é fechado, o que a mãe mais temia se realizou, ela não pode acreditar que o seu filho é autista. Esse é o período da negação e muitas choram muito nesse período, ela fica sem chão. O período que a mãe fica quase como de luto, varia de mãe pra mãe, umas passam apenas dias, outras passam meses e outras ainda mais tempo principalmente quando não se há apoio da família. Depois dessa fase de negação começa-se a correr atrás das terapias do filho para que ele possa se desenvolver cada vez mais. A mãe é obrigada a enterra esses sentimentos e lutar pelo seu filho para que ele tenha sucesso na vida, afinal ela não é eterna.

Mesmo passando vários anos depois do diagnóstico do autismo, muitas vezes a mãe sente-se angustiada e triste, mas a mesma já se adaptou afinal o que nos torna fortes são as dificuldades que enfrentamos na vida. Mas a lembrança ainda perdura da triste emoção que sentiu quando descobriu que o seu filho era autista.

You May Also Like

7 Comments

  1. minha melhor amiga descobriu recentemente que a filha dela é autista, foi um choque grande para toda familia, mas eles estão reagindo bem a tudo isso.

    ResponderExcluir
  2. Deve ser bem complicado, isso não sei muito sobre mais gostei do post.

    ResponderExcluir
  3. Imagino que não deve ser facil, eu como gestante já fico numa aflição para ver o rostinho o corpinho saber se esta tudo certo com ele, mesmo fazendo ultrasson e o diagnostico ser otimo atraves dela, mas mãe sempre tem esses medos essas aflições, o autismo so se descobre mais tarde, o amor por eles é igual mas deve ser um choque mesmo! gostei do seu blog !! Parabens bom saber mais sobre o assunto! abraços Nani !

    ResponderExcluir
  4. Acho que deve ser um choque pra toda mãe, mas temos que nos adaptar a eles né.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  5. oi!!
    Com certeza não deve ser muito fácil descobrir que seu filho será autista,mas o amor de mãe supera tudo.
    bjo

    ResponderExcluir
  6. Honestamente estou muito envergonhada pois nunca tinha pensado em como a mãe se sente. Parabéns este post me deixou honestamente emocionada. 💞

    ResponderExcluir
  7. Oiie,
    Não deve ser nem um pouco fácil realmente as mães devem ficar em choque, Mas como disse joana o amor de mãe supera tudo!

    ResponderExcluir

Comentarios anônimos não serão aceitos