Autismo não é adjetivo: Antônia Fontenelle é noticia no mundo do autismo

by - fevereiro 23, 2018



Olá gente, esse assunto aqui não é nenhuma novidade, pois é só o que se fala em grupos, páginas, twitter e Instagram que abordam o assunto autismo, deem uma olhada em alguns comentários que foram postados em algumas páginas:

"Autismo não é adjetivo. ..comparar nossos filhos com alguém que mente engana é muito triste...
Acho que pode ser linda sim..e é. ..
Mas foi infeliz no seu comentário. .como mãe de autista fiquei chateada"

"Ainda é arrogante e mal educada, ora não deve nada pra nós, deve sim, deve respeito, devia baixar sua cabeça e dobrar essa sua língua podre, quando fosse falar algo à nosso respeito, sua infeliz"


"Preconceituosa! 

Autismo não é adjetivo!
Mais respeito por favor.

Hipócrita!"


"Triste em ver que você não sabe nem o que fala. Por ser uma figura pública e por já ter sofrido tantos preconceito na sua vida, achar que um político pode ser comparado a um autista. Se é que você sabe oque é isso. Uma pessoa que pode se informar sobre o assunto usar como adjetivo a palavra autismo pra demostrar o quanto está precária a educação e segurança no Rio. Se retratar é o mínimo que você deveria fazer peça desculpas por que você não luta por essa causa mais existem muitas mãe e família inteiras que tem tem um autista dentro de casa e garanto a você não tem nada a ver com político corruptos imundos. "


E garanto que esses foram uns dos comentários mais amenos que encontrei pois os xingamentos vão dai pra pior. Agora vou expor meu ponto de vista sobre o assunto. Eu acredito que ela começou a errar desde o momento em que usou a palavra AUTISMO como adjetivo, principalmente para o lado negativo. O primeiro vídeo vocês veem logo abaixo.




Sei que erra é humano, todos erramos na vida, porem se ela tivesse pedido desculpas (não precisa ser de joelhos como ela falou no segundo vídeo), mas um pedido de desculpas sincero, a situação já estaria mais amena, mas a situação piorou depois do segundo vídeo e ai foi que choveu chuva de comentários ofensivos na redes sociais dela.



Devido esses acontecimentos foi reforçada ainda mais a campanha no Facebook que luta para que o autismo não seja utilizado como termo pejorativo. Essa campanha tem o total apoio de todas as mães de autistas.




sei que ninguém quer brigar, QUEREM APENAS RESPEITO!!! e isso não é pedir demais pois todo ser humano quer ser respeitado. Ela agiu mal? com certeza, mas aqueles que se rebaixam a postar comentários ofensivos ficam no mesmo patamar que ela. Eu compreendo a frustração, pois também sou mãe de um autista, mas a língua só fala do que está cheio o coração minha gente, então não se rebaixem esse ponto.Crianças autistas são doces, amáveis e puras e é dai que vem a expressão tão utilizada no Facebook "ANJO AZUL" ( precisamos aprender com elas). Se as pessoas no mundo de hoje tivessem a mesma pureza de uma criança autista, pode ter certeza que o mundo seria um lugar bem melhor de se viver. Ainda assim, acho luta deve continuar , e cada vez mais forte. O mundo precisa entender que não se pode brincar com nenhum transtorno ou deficiência sem que isso afete não só a pessoa, mas aqueles que a cercam. Desejo que futuramente tenha alguma lei no brasil que puna esse tipo de coisa. Sonhamos com um futuro melhor para os nossos filhos.


Adassa Teixeira (autismo entre mães)



You May Also Like

0 Comments

Comentarios anônimos não serão aceitos