Autismo leve tem direito ao LOAS ? - Autismo entre mães

1 de fevereiro de 2018

Autismo leve tem direito ao LOAS ?







O QUE DIZ A LEI ??


O autista pode contar também com o Benefício de Prestação Continuada (BPC) que é um benefício socioassistencial, regulamentado pela Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS (Lei 8.742/93). Para se obter esse benefício é necessário que a renda familiar seja inferior a ¼ do salário mínimo e haja a comprovação da deficiência e do nível de incapacidade para vida independente e para o trabalho (atestada por perícia médica e social do INSS). 
Pessoal vale ressaltar que se você tiver uma renda muito alta será bem difícil conseguir o benefício, porém não custa nada tentar

Autismo leve tem direito ao LOAS ?



sim, com certeza pois ainda que seja leve está enquadrado como autismo. Toda criança com autismo seja ele LEVE ou não tem direito, porem como já foi falado anteriormente você deve se atentar a renda, pois para conseguir esse beneficio a renda tem que ser baixa.

Como dar entrada?

  1. antes de tudo você terá que ir no CRÁS mais próximo da sua cidade para realizar o seu cadastro pois é através da sua renda que o benefício será ou não aprovado.
  2. Você terá que ter um laudo ou diagnóstico fornecida por um médico neurologista, psiquiatra ou psicologo, lembrando que quanto mais laudos você tiver é melhor pois facilita ainda mais o beneficio ser aceito.
  3. você terá que retirar o CPF e o RG do seu filho pois ser á exigido no INSS. Para tirar o CPF você terá que ir aos correios e pagar uma taxa que não passa de R$ 7,00 e ainda sai na hora. Para tirar o RG, terá que pesquisar na sua cidade onde tira essa documentação, no meu caso eu tirei o RG do meu filho no expresso cidadão da minha cidade e  a primeira via é gratuita. Para tirar o CPF apenas é necessário levar a certidão de nascimento da criança, já para o RG você terá que levar a xerox da identidade da mãe ou do pai da criança, 2 fotos 3/4 com fundo branco, xerox e original da certidão de nascimento e se você quiser que o CPF saia impresso na identidade é só levar ele também.
  4. Uma vez você se cadastrando no CRÁS, deve ligar para a previdência social no 135 ou se preferir a assistente social do CRÁS marca pra você a pericia.


Depois o que acontece?


Quando chegar no dia da perícia você deve levar o comprovante de agendamento da perícia por questão de precaução, levar xerox dos documentos citados acima e xerox dos laudos e de tudo que comprove gastos com a criança pois  os funcionários de lá adoram fisgar documentos originais da papelada do segurado. Antes de pensar em ir no posto, os precavidos tiram previamente a xerox dos documentos. Quem não toma a providência, corre o risco de o servidor da Previdência confiscar o único exemplar de prova que pode ser muito útil na Justiça, caso o problema não seja resolvido administrativamente.

Por fim, quando você sair do INSS, você terá que aguardar o recebimento da carta ( uma bendita carta que uns recebem e outros não, só a graça de Jesus !!!), nesta carta vai está dizendo se o beneficio foi aceito ou não, ou caso você não queira esperar a tal da bendita carta chegar pode ficar ligando para a previdência ou acompanhar pela internet.



Escrito por Autismo entre mães.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentarios anônimos não serão aceitos